8 músicas para se apaixonar pelo som de Daniel Groove

Mesmo com 15 anos de carreira, não é todo mundo que tem o prazer de dizer que conhece o som de Daniel Groove. O cearense é um cantor, compositor e músico profissional desde a década de 90. Em 2013, em seu projeto solo lançou o primeiro disco Giramundo, ganhador do prêmio Dynamite 2014 de melhor álbum MPB. E, dois anos depois, em 2015, lançou seu segundo álbum Romance para depois. 

DanielGroove1
Esse é o Daniel, gente. (Foto: Divulgação)

Agora, apresentações feitas, vamos ao que interessa?

É praticamente impossível não se sentir apaixonado pelas músicas apresentadas em ambos os álbuns, a mistura de estilos que Groove utiliza em suas músicas produz um som único e perfeito pra curtir uma fossa [ou não! rs]. Numa vibe extremamente intimista, ele deixa transbordar o amor e toda a sua vulnerabilidade.

1 – Você sabe muito bem o que me resta

“E eu não meço as palavras que digo quando digo só o que sinto”

2 – Nada

DanielGroove2
(Foto: Divulgação)

“Ela, tá tão bem. Eu queria ser grande o bastante, pra me consolar com isso. Eu queria ser grande o bastante”

3 – Canção de Amor

DanielGroove3
(Foto: Divulgação)

“Eu vou contar pra todo mundo que você me escolheu num dia lindo de domingo. Um olhar e eu era teu”

4 – Tudo

DanielGroove4
(Foto: Divulgação)

“É tudo… Que restou pra mim”

5 – Novo Brega

DanielGroove5
(Foto: Divulgação)

“Baby, me diz o teu nome. Me conta teu sonho, que eu quero viver ele com você”

6 – Giramundo

DanielGroove6
(Foto: Reprodução)

“Vou buscar na noite escura, o que se perde em não lembrar que o dia sempre amanhece (…). Todo dia a gente escapa de morrer no fim da história”

7 – Brincadeira de amor (pat. Rafael Castro)

DanielGroove7
(Foto: Divulgação)

“Eu prefiro a beleza pobre da minha tristeza. Dou certeza a fraqueza dessa alma humana. Eu conheço a vigilância louca da minha cabeça”

8 – Morrer de novo

DanielGroove8
(Foto: Divulgação)

“Guarda contido amor a minha metade, que eu vou soltar pra te prender e relembrar que o amor ainda vale, mesmo que eu me perca de você”


________________________________________________________________________________________________________

Nota do Editor: Todos os trechos nas fotos foram feitos pela Paloma. E ela me confessou que entrou numa bad, mas já tá de boa depois de ouvir as músicas do post. rs

________________________________________________________________________________________________________

Mas e aí, o que achou do som do Daniel Groove? Deixe seu comentário e cole alguma sugestão para escrevermos aqui no espaço.

Relacionados

QUINTA SOBRE MÚSICA #3 Bom, é chegada a minha estreia nos posts do blog sobre música. Fiquei pensado: o que indicar? Bom, até gosto de relembrar alguns clássicos, mas confesso que fico bastante empolgado quando me mostram artistas bons e novos. Então, vou compartilhar algumas empolgações que tive nos últimos tempos com vo...
Veluria: um som maranhense para você conhecer Da esquerda pra direita: Gabriel Mendes (guitarrista); Gabriel Ferreira (teclado); Matheus Portela (vocalista); Teodoro Sanchez (baterista). (Foto: Israel Lucas) Veluria, uma banda de rock alternativo maranhense, começou a ganhar destaque em meados de 2016. Matheus, Teodoro, Gabriel e Ferreira s...
Nem só de músicas tristes vive o meu coração Nos últimos dias, eu postei no Facebook a canção Meu Mundo Caiu, clássico dos anos 1950 de Maysa - confesso que redescobri a canção ouvindo o disco Rainha dos Raios, lançado no ano passado e que traz várias regravações bem interessantes, como esta. Minutos e horas depois a postagem - que vinha acomp...
7 motivos para colar no Festival BR 135/Conecta Mú... Quem me conhece sabe: sou encantada pelas formas de interação entre espaço público e comunidade. Defendo a ocupação de centros urbanos, bairros antigos, e espaços abandonados com arte e cultura. Tudo de maneira livre e gratuita. (Foto: Divulgação / Festival BR 135/Conecta Música) Bem, o Centr...