Boas Vindas ao Projeto “A Cara da Cidade”

Sejam bem-vindos ao nosso primeiro projeto do Sobre o Tatame.

O Projeto “A Cara da Cidade” nasceu com o principal intuito de mostrar a visão que os ludovicenses têm de São Luís e conhecer quais investimentos estão sendo realizados para tornar a nossa cidade um lugar melhor.

Queremos criar um movimento na Ilha do Amor. Algo que ajude na transformação da forma de pensar e de agir dos ludovicenses, que fazem essa cidade acontecer e que ajude no Desenvolvimento Social de São Luís.

Mercado da Praia Grande - Ruy Barros
Mercado da Praia Grande

A cada mês será entrevistada uma pessoa ou um grupo de pessoas, que vivem em São Luís ou que nasceram aqui, mas vivem em outro lugar. A proposta é abordar os mais variados “tipos de moradores” da ilha, que tenham diferentes ocupações, que façam parte das diversas classes sociais, representantes da cultura local ou de projetos sociais que movimentam a ilha.

Falaremos um pouco sobre os entrevistados, além de serem expostas as diferentes formas de ver a cidade e o que deve ser melhorado. Também vamos apresentar os projetos que esses entrevistados colocam ou já colocaram em prática, e que ajudam na transformação de São Luís. Vamos traçar o perfil ideal da nossa cidade.

Queremos desafiar todos que estiverem acompanhando o “A Cara da Cidade” a ter uma nova visão da realidade local e das próprias atitudes que interferem no desenvolvimento de São Luís.

Não importa de onde você veio ou que o você faz, queremos te desafiar a participar da construção de um lugar melhor.

Sejam Bem-Vindos!

Créditos da foto: Ruy Barros

Relacionados

A Cara da Cidade por Giovana Vieth Natural de São Luís, formada em Psicologia e Pedagogia, Mestre e Doutora em Psicologia Clínica e Cultura pela UnB, atualmente Giovana Vieth atua como Analista Judiciária no Tribunal de Justiça do Maranhão e professora do curso de Psicologia do UniCeuma. Casada e mãe de um filho, Giovana já trabalho...
A Cara da Cidade por Deborah Baesse Pedagoga, psicopedagoga, especialista em supervisão escolar e processos de desenvolvimento e mudança social, mestre em educação e doutoranda em ciências pela UERJ, hoje, Deborah Baesse é professora do Departamento de Educação I da Universidade Federal do Maranhão. Uma das Fundadoras do Centro Educa...