O dia em que descobri que minha maior defesa era eu

Muitas coisas te derrubam nessa vida. Um amor não correspondido, um sonho perdido, uma fé quebrada, uma amizade falsa. Na verdade, a vida é realmente um grande tatame, onde caimos várias vezes, principalmente, para aprender como levantar. Essa quedas costumam te deixar mais duro, mais rápido, e, às vezes, conseguimos nos esquivar com tanta maestria de um golpe da vida, que passamos a pensar como foi que caímos nesse golpe antes.

gifjoker

Esquivas a parte, nesse papo eu queria falar com vocês, sobre nos defendermos. Digo isso por que nossa vida é cíclica e algo novo sempre aparece. Um novo amor, um novo sonho, uma fé renovada e certamente uma nova amizade. O engraçado é que geralmente o que usamos para levantar, às vezes servem como desculpas para que não olhemos para as novas oportunidades que a vida nos dá.

Buscar um novo sonho, me concentrar no trabalho passou a ser minha nova maneira de seguir em frente, de endurecer. Isso foi muito bom, pois comecei a cuidar de mim mesmo, desenvolver lados meus que eu nem conhecia. A partir daí comecei a me livrar de muitas roubadas. Falsos amores, amizades furadas, perda de foco. E isso é muito legal, pois ninguém quer meter o dedo na tomada de novo. Em outras palavras: isso é o que estou chamando de defesa.

A ironia, caro leitor, é que quando você começa a só se defender, você começa a se defender, também, das coisas boas. Sim, você começa a duvidar das suas próprias vontades e desejos. E é aí que você começa a se defender de si, pois qualquer coisa que aparentemente pode “atrapalhar” sua nova fase na vida começa a ser deixado de lado. E, no fim do dia, você começa a entender que você deixou de ser boa parte de si, e que parece que essa parte não se levantou com o resto.

Mas calma meus amigos, na verdade, tudo isso é muito natural e leva algum tempo até que levantemos por inteiro e nos reencontremos. Na verdade, quando chegamos à consciência de que estamos nos defendendo de nós mesmos, chegamos na metade do caminho desse nosso levantar. Fico feliz em dizer que cada um de vocês vai amar de novo, ter alguém legal do lado, se permitir acreditar em algo e arrumar novos amigos.

Com o tempo passamos a entender que o trabalho, família, ou seja lá o que focamos para nos levantar é apenas parte da nossa vida e de nós mesmos. Entenderemos que na realidade não existe uma coisa mais importante do que outra, e que tudo é importante ao mesmo tempo. E essa composição de afetos e miscelânea de bem quereres é que deixam a vida tão rica e linda.

gifbruce1

E você, será que está se defendendo de si mesmo?

Relacionados

A (há) urgência de ter/querer/amar alguém (?) Quem já cultivou um relacionamento que durou algum tempo da sua vida ou viveu algo rápido, sabe que temos essas inconstâncias e nos deparamos com alguns dilemas sobre isso de querer ter alguém para ser feliz. Indo direto ao ponto, pergunto: é realmente necessário isso? Essa urgência? Isso que só exi...
E se a vida não fosse uma loteria? Ultimamente tenho parado pra pensar em como anda a vida e percebi que diminui minhas idas à praia para curtir o pôr do sol e comemorar as pequenas conquistas diárias que nossa jornada nos proporciona. Se você parar pra pensar, achamos que algumas coisas que foram muito importantes para nós em algum ...
A amizade madura Colega, parceiro, amigo, irmão. Escolher a maneira e o grau de importância de um amigo na sua vida é algo de responsabilidade sua e apenas você pode medir essa escala no seu campo emocional e vivência com tal pessoa. Em que lembrar que existem, também, altos e baixos na relação de amizade faz parte ...
A gente pode até não saber o que quer, mas temos c... Era como um sentimento que abusava, ditava e assombrava as vezes que me sentia um menino. Perdido, enfeitiçado e embriagado de tanta dor que só de lembrar, sabia as artimanhas que usava e mentiras que contava para disfarçar as cicatrizes presentes em cada canto escondido do coração. Se eu me punia? ...