Para o dia internacional da mulher: dê respeito

Porque ela tem a mesma condição que você, cara. A condição humana de realizar sonhos e ser capaz de protagonizar momentos que nós nem sonhamos.

Pro Dia Internacional da Mulher não vem aqui um texto sentimental, recheado de dizeres que mostra a faceta que é o universo feminino. Pra essa data, o recado é cultivar uma coisa rara no dia a dia, o respeito, parça.

davis_a
Annalise Keating, da série How to Get Away with Murder. (Foto: Reprodução)

Respeito de reconhecê-las tão incríveis e excitantes. Excitante em vê-las andar com as próprias pernas. De serem donas do próprio nariz e capazes de ter uma voz ativa no mundo caótico que nos circunda. De ensinar que podemos caminhar lado a lado em prol da evolução humana.

Elas podem carregar uma vida dentro de si, de criar, transmitir e distribuir amor nos detalhes. Já reparou o olhar de uma mãe para seu filho? Faça isso.

Já notou o universo de coisas que leva um substantivo feminino? Aqui vai: A natureza, A terra, A vida, A sabedoria, A paz e tantas outras mais.

Elas carregam em si um mundo a ser batalhado, porque são elas contra o mundo. Contra um mundo que cisma em subjugá-la, diminuí-las, desonrá-la, apequená-la, desrespeitá-la. E se tu achas difícil encarar a vida, imagina para elas.

tumblr_o3o83dkaxw1qbvi8yo1_500
Patricia “Patsy/Trish” Walker e Jessica Jones. (Gif: Reprodução / Tumblr)

Respeite as minas e tenha consigo uma parceira que lhe ajudará realizar sonhos, de desbravar territórios e te lembrar os detalhes do mistério que é a vida.

A respeite porque você tem uma mãe, olhe para ela como uma heroína que te deu a dádiva da vida. E sua avó que a colocou no mundo. À sua irmã que não abre mão para ver você ser um cara melhor. A sua filha que olha pra você como uma morada a ser zelada. A amiga que te ajuda naqueles momentos. Sua companheira que te mostra diferentes maneiras de amar. E sua parceira que faz valer a pena a palavra “compartilhar”.

E se você se questionar porquê é difícil decifrá-las, lembrem-se de curtir esse ser que não permite monotonia, que te dá aventuras e lembra que um homem responsa é aquele que entende suas incompletudes. E sorrir depois de uma tempestade que duram aqueles poucos dias (sacaram?).

Em tempos de debate sobre feminismo, voz ativa, exposição de opiniões e mudanças efetivas, olhe para elas como uma oportunidade de aprender, crescer e reconhecer. Procure ouvir e a debater, expor e comunicar. Mas jamais silenciar o exercício comunicativo em prol a um bem coletivo. Seu e delas. Você não precisa se diminuir, se achar maior também, apenas tratar de igual para igual. O respeito que falamos aqui é cooperação.

Nessa data dê flores, pague jantares – ou divida a conta, faça uma ligação e ofereça um momento de atenção. Mas, também, lembre-se de deixá-las quem elas querem ser na sua plenitude real da condição que as fazem mulheres. Respeite elas e seja parceiro delas.

No Dia Internacional da Mulher, assim como qualquer data quaisquer, respeite “as mulher” e seja participante ativo do seio da sociedade que precisa transcender.

Transcender e entender que, assim como você, elas possuem corpo, mente e alma. E merecem respeito.

Relacionados

Amor de mãe, Rapper gay, nos aceite, Magra de Ruim... Maio foi de algumas boas novidades nos bastidores aqui do nosso espaço. Mais pessoas entraram para somar porque acreditam no nosso propósito e em breve darão as caras por aqui, mas você pode conhecê-los um pouco aqui na página de autores. Para o mês de maio trouxemos entrevistas, histórias de pes...
Dia da Mulher, cão viajante, ansiedade, empatia, O... Retomamos às atividades no mês de março, meio sem jeito, mas com vontade de escrever, compartilhar e informar. Para este primeiro mês, tivemos 21 posts, uma média de 4,2 conteúdos por semana. Uma média que considero FODA uma vez que não tenho como objetivo "vomitar" materiais com a ideia de manter t...
Dona Conceição, minha filha, bandas maranhenses, c... Mês de férias passou e por aqui teve um pouco de tudo: séries para você ver na Netflix, fotografia, homenagem ao Dia Mundial do Rock, carta para filha que vai nascer, um papo reto sobre o que fazemos na internet, orgasmo feminino e mais. Além disso, tivemos nossa primeira reunião presencial com a e...
Especial TEDxRuaPortugal: a fotopoesia de Helemozã... Helemozão ou Helen Salomão da Silva e Silva, de 21 anos, fotógrafa cujas lentes  registram empoderamento, feminismo, cultura negra, amor e muito mais. A baiana, natural de Salvador já nos permitiu conhecer um pouco da sua trajetória , para ver a história de Helemozão clique aqui. Foto: Edgar A...
  • Mariana Julio

    Traduziu bem o espírito desse dia!