QUINTA SOBRE MÚSICA #4

Como boa amante se música, também curto covers, novas versões, novas visões de músicas que curto.

Hoje no Quinta Sobre Música, vou apresentar-lhes três dicas que fala exatamente sobre isso.

 

  1. Concrete Jungle – Bob Marley por Céu

E vamos começar por essa moça de voz linda e interpretações musicais incríveis.

Também parte do seu trabalho “Catch a Fire”, aonde canta músicas de Bob Marley, Céu escolheu a música “Concrete Jungle” para fazer parte do seu 1º álbum autointitulado “Céu”, de 2006.

A música, já bastante conhecida na voz do Bob Marley, tomou uma postura mais brasileira na voz da Céu, com ritmo um pouco mais rápido e um instrumental mais diversificado que no reggae roots do mestre Bob Marley.

 

 

  1. Chandelier – Sai por Kina Grannis

Sia, querida Sia.. Amo suas músicas e interpretações, mas hoje o dia é da Kina.

Enquanto a sua interpretação é um pouco mais desesperadora (junto ao vídeo clip, claro), a Kina tem uma pegada mais intimista, mais reservada.

Em um de seus covers que podem ser vistos em seu canal no Youtube,  com apenas uma guitarra e uma voz leve e solta, Kina encanta qualquer pessoa. Ela consegue te sugar para algo bem mais calmo, e por vezes um pouco melancólico, mas que te deixa hipnotizado.

 

 

  1. Diamonds are Fovever – Shirley Bassey

Não conhecia essa música, mas desde que ouvi na voz do Alex Turner me apaixonei. A canção, composta em 1971,  foi feita para mais um filme de 007 que intitula a música, composta por Don Black e interpretada por Shirley Bassey.

A interpretação da Shirley Bassey é sensacional, mas vamos nos atentar para a interpretação do Alex, em especial nesse show.

Super novinho, mas já com uma voz firme, ele consegue demonstrar sentimento por cada palavra dita e envolver quem está ouvindo. Além de que, me gusta homens que cantam músicas feitas para mulheres cantarem e vice-versa.

 

 

E qual a dica de vocês para essa Quinta Sobre Música?

 

Poste na sua timeline uma dica de música(s) com a hashtag #quintasobremusica e marque o “Sobre o Tatame” ou deixe aí nos comentário!

Relacionados

Festival ELAS: atitude e representatividade em set... Publicação da Joceline Conrado, Ingrid Garcia e Viviane Mendes Foram três dias de emponderamento, representatividade e voz do universo feminino. O Festival Elas ocorreu entre os dias 20 e 22 de julho em São Luís, Maranhão. Realizado por Mavi Simões, o evento trouxe como front o tema Poder Fe...
Quinta sobre música #12 VHS feelings Quando eu era guri, via filmes por uma diversão específica - ouvir a trilha sonora. Por isso, vários filmes vistos na década passada me marcaram mais pela música que divulgava do que pelo filme em si - algo que foi modificado conforme fui envelhecendo. O filme podia ser ruim, bom, mediano...tanto fa...
Aceite-C: Carol, música e reflexão Diante de tantas convenções, relações afetivas, profissionais e sociais; preconceito, hipocrisia e falta de educação, é cada vez mais difícil ver as pessoas agirem com naturalidade. Ser leve, de boa, livre – aquele lance de “seja você mesmo” é algo que está se tornando cada vez mais raro. Tenho a se...
Veluria: um som maranhense para você conhecer Da esquerda pra direita: Gabriel Mendes (guitarrista); Gabriel Ferreira (teclado); Matheus Portela (vocalista); Teodoro Sanchez (baterista). (Foto: Israel Lucas) Veluria, uma banda de rock alternativo maranhense, começou a ganhar destaque em meados de 2016. Matheus, Teodoro, Gabriel e Ferreira s...
  • O cover é uma forma de mostrar respeito e admiração pelo artista ou pela própria música, Metallica e Motörhead que o digam. Deixo abaixo 4 covers que gosto muito.

    1 – Fusile tocando Azedume dos Los Hermanos. É uma versão totalmente instrumental, onde a sincronia e a marcação do tempo dos instrumentos te levam a cantar ela automaticamente.

    2 – Cássia Eller cantando Por enquanto da Legião Urbana. Com certeza Renato ouviu ela e disse: “Essa versão é melhor que a minha”. Um som limpo, harmônica e simples .

    3 – The Beatles cantando Twist and Shout de The Topnotes. Essa aqui é quando o cover se torna mais conhecida que a original.

    4 – Bruce e sua Street Band cantando Sociedade Alternativa – Bruce homenageando um músico da nossa terrinha, em sua passagem pelo Brasil.